• LCPADVOCACIA

STJ autoriza a prisão de Lula

Superior Tribunal de Justiça nega Habeas Corpus preventivo.


Esse foi o entendimento proferido pela Quinta Turma do STJ ao julgar o habeas corpus preventivo apresentado por advogados do ex-presidente, condenado em janeiro pelo TRF-4.

Para a defesa, advogado Sepúlveda Pertence a defesa, não se justifica o cumprimento imediato da pena. A saber:


"Não trato do paciente, nem de suas qualificações, nem, se sua biografia. O que se pretende é a reafirmação do princípio constitucional básico da presunção de inocência, que serve e protege qualquer cidadão".


Não obstante, a defesa de Lula argumentou inúmeras vezes acerca de uma possível pressão popular para que o ex-presidente da República seja preso.


Na contramão, o Ministério Público, representado subprocurador Francisco de Assis Vieira Sanseverino, discordou da defesa e afirmou que a decisão da Suprema Corte gera uma jurisprudência que pode ser acolhida por juízes e tribunais do país inteiro.


Com relação aos votos, o digníssimo relator, ministro Felix Fischer, pontuou que não há qualquer ilegalidade na determinação de que o réu possa cumprir provisoriamente a pena após esgotamento de recursos de segundo grau. Dessa forma, votou contra o habeas corpus preventivo.


Por sua vez, o ministro Jorge Mussi citou decisão do STF que permite a execução provisória da pena, ainda que sujeita a recurso extraordinário, sem ofender a presunção de inocência. Nessa toada, o ministro Mussi acompanhou o voto do relator.


Da mesma forma, o ministro Reynaldo Soares - presidente da Quinta Turma - relembrou alguns argumentos proferidos pelo representante do Ministério Público no caso, sustentando e reafirmando a posição do STF, revista em 2016, que permite a prisão após condenação em segunda instância.



Fonte: Jusbrasil.com.br

Veja a matéria completa em: https://ebradi.jusbrasil.com.br/noticias/552649484/stj-autoriza-a-prisao-de-lula?ref=feed

Av. das Américas, n. 19.005, Torre 1, Sala 326   

CEP 22790-703, Recreio dos Bandeirantes

Rio de Janeiro - RJ

+55 (21) 97029-9249

Siga-nos nas redes sociais

NEWSLETTER

© 2017 Luiz Carlos Pinheiro - Consultoria e Assessoria Jurídica