• LCPADVOCACIA

Hyundai e concessionária indenizarão por propaganda enganosa



DANOS MORAIS

"A compra e venda efetivada através de propaganda obscura e não condizente com a realidade, com entrega de veículo cuja potência do motor é inferior à ofertada é fato idôneo a ensejar ao consumidor reparação pelos danos gerados."


Com base nesse entendimento, a 4ª câmara Cível do TJ/ES manteve condenação da Hyundai e de uma concessionária de ressarcirem em R$ 87,9 mil um consumidor que adquiriu um Veloster com potência inferior à anunciada. A decisão também condenou a montadora e a concessionária responsável pela venda ao pagamento de R$ 10 mil por danos morais.


O homem adquiriu o veículo em 2011 e a principal característica anunciada era o motor com 140 cavalos de potência. Após notícias veiculadas pela mídia especializada, ficou constatado que a potência não condizia com os modelos comercializados no país. O consumidor ajuizou ação alegando que houve publicidade enganosa, já que não foi entregue o produto verdadeiramente ofertado.


Em 1ª instância, a concessionária e a Hyundai foram condenadas solidariamente à devolução da quantia paga pelo automóvel, fixada em R$ 87,9 mil, e ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 15 mil.


A Hyundai apresentou contestação alegando a decadência do direito do autor, pois teria passados 90 dias para a demanda ser ajuizada. Alegou ainda ilegitimidade passiva, pois a ação deveria ter sido deduzida somente contra a montadora, fornecedora exclusiva da garantia contratual dada pela fabricante.


Ao analisar o caso, o desembargador relator Manoel Alves Rabelo rejeitou o pedido de decadência, uma vez que o prazo só começa a contar depois do término da garantia contratual, que no caso é de cinco anos.


O relator citou ainda o art. 18 do CDC, o qual diz que fornecedores de produtos de consumo duráveis ou não duráveis respondem solidariamente pelos vícios de qualidade. Ou seja, tanto a Hyundai quanto a concessionária são responsáveis solidárias pelo defeito apresentado no veículo, configurando a legitimidade das empresas.



Fonte: Migalhas.com.br

Veja o conteúdo completo em:

http://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI273327,11049-Hyundai+e+concessionaria+indenizarao+por+propaganda+enganosa

Av. das Américas, n. 19.005, Torre 1, Sala 326   

CEP 22790-703, Recreio dos Bandeirantes

Rio de Janeiro - RJ

+55 (21) 97029-9249

Siga-nos nas redes sociais

NEWSLETTER

© 2017 Luiz Carlos Pinheiro - Consultoria e Assessoria Jurídica